Segundo a Sociedade Brasileira de Cefaleia (SBC), cerca de 30 milhões de brasileiros sofrem de enxaqueca e, dentre esses, 75% são mulheres. “Muitas podem ser as causas da enxaqueca, desde problemas tensionais, normalmente associados ao estresse, até resultantes de tumores, aneurismas, medicamentos fortes e até ressaca”, ensina a especialista. Quem sofre com a dor insuportável sabe o quanto é difícil ficar simplesmente esperando que ela passe. Mas, para além dos vários tratamentos para o problema, existem alguns hábitos que quem quer se livrar de vez da enxaqueca, deve abandonar. Aqui vai alguns:

Má alimentação
De acordo com a neurologista, alguns alimentos devem ser evitados por quem sofre de enxaqueca, como, por exemplo, o aspartame, condimentados, leite e derivados, alimentos cítricos, chocolate e café. “Esses alimentos contêm substâncias que interagem com a bioquímica cerebral do organismo, alterando a ação de determinadas enzimas e diminuindo a quantidade de serotonina, hormônio ligado à enxaqueca”, explica Claudia Klein. Além disso, a especialista afirma que pior do que o consumo desses alimentos, é ficar em jejum por tempo prolongado – mais de 4 horas sem comer – ou ter uma alimentação baseada em frituras e doces, por isso, ter um cardápio equilibrado e controlado é uma ótima medida preventiva.

 

Consumir álcool
Como a enxaqueca é um problema de origem vascular, cuja dor é provocada pela contração e dilatação dos vasos sanguíneos, o consumo de bebidas alcoólicas pode ser uma opção ruim para quem lida com o problema. A especialista Claudia Klein explica: “As bebidas alcoólicas quando ingeridas em excesso provocam dilatação dos vasos do corpo e do cérebro, o que acaba acentuando o incômodo da enxaqueca.”

Confira o restante aqui!

Sabia que essa combinação pode turbinar a sua alimentação? A BOA FORMA mostra que tal combinação é um forte aliado para a dieta. Todo mundo sabe que fruta no lanche é uma escolha saudável e pouco calórica. Mas, se você combiná-la com um pedaço de queijo (leve, é claro), fica ainda melhor para a dieta. “A proteína do queijo reduz a carga glicêmica da fruta, fazendo com que ela sacie mais e engorde menos”, explica Fabiana Honda, nutricionista da PB Consultoria em Nutrição, em São Paulo. O livro 124 Trocas e Combinações Inteligentes (Editora Abril) sugere combinar pera com um queijinho fundido – assim, você pode ter uma reserva armazenada na gaveta do escritório. As calorias dessa boa parceria: cerca de 120!

(Via Boa Forma)

Durante a semana, é até mais fácil se controlar, incluindo saladas no cardápio e optando por sucos no lugar de refrigerante. Mas, quando chega o fim de semana e você está em casa, as tentações estão por toda a parte. Na despensa, um biscoito recheado. Na prateleira, uma barra de chocolate. Desse jeito, o esforço de uma semana parece não surtir qualquer efeito e a ideia de manter uma dieta balanceada fica desanimadora.

Segundo a nutricionista Amanda Epifanio, do Centro Integrado de Terapia Nutricional (Citen), é preciso pensar em formas de controlar a tentação por guloseimas e alimentos extremamente calóricos, que são capazes de sabotar a dieta. Por isso, conversamos com especialistas para descobrir as principais armadilhas domésticas. Confira.

Despensa
Uma das principais armadilhas dentro de casa para quem pretende emagrecer ou manter a forma é a despensa. “O local geralmente é abastecido de salgadinhos, chocolates, biscoitos e outros alimentos extremamente calóricos, mas de baixo valor nutritivo”, explica a nutricionista Maria Fernanda Cortez, da Nutri & Consult. Por isso, em vez de se controlar para comer uma quantidade pequena desses alimentos, procure eliminá-los de sua casa e colocar opções saudáveis no lugar.

Prateleiras
Como dieta é sinônimo de reeducação alimentar – e não de restrição -, ninguém precisa deixar de consumir guloseimas para emagrecer com saúde. Mas uma estratégia que pode ajudar a reduzir a ingestão desses alimentos é mudando a sua disposição na cozinha. “Deixe as opções calóricas fora do seu alcance de visão, pois, muitas vezes, nem estamos com fome, mas beliscamos algo que está na mesa ou na pia”, lembra a nutricionista Amanda Epifanio. Por isso, guarde esses alimentos nas prateleiras mais altas ou em locais de difícil acesso para evitar o mau hábito.

Ficou interessado? Confira o restante das armadilhas aqui!

Essa acabamos de ver no Jornal Hoje. Pesquisa do RS comprovou: um bom aliado para o emagrecimento – e o coração – é o chá verde. O melhor: mesmo sem dieta ou exercícios. Basta tomar 3 xícaras por dia, uma antes de cada refeição. Confiram a reportagem completa:

Combater o sedentarismo é mais do que uma alternativa para definir os espetáculos ou afinar a cintura. Quando começa a praticar exercícios físicos, seu corpo fica mais protegido contra uma série de doenças, como hipertensão, diabetes e colesterol alto. “Consideramos que um paciente deixou de ser sedentário quando ele queima cerca de 2.500 quilocalorias por semana somente com a prática de exercícios”, afirma o fisiologista Raul Santo, professor da Faculdade São Judas Tadeu. Isso significa que o passeio pelo shopping, por exemplo, não entra na conta. “Para alcançar esse gasto, 45 minutos de treino moderado diário, cinco vezes por semana, é o suficiente”, diz. Mas antes mesmo de pegar a calculadora para descobrir se é hora de calçar o tênis, que tal prestar atenção no seu próprio corpo? Ele dá sinais de que precisa se mexer, faça o teste e descubra se você está pronto para reconhecê-los.

Faça o teste aqui!

Refrigerante é uma delícia, mas muito ruim para o corpo. Isso todo mundo já sabia, mas vimos uma matéria no Núcleo de Notícias que nos assustou: Coca-Cola Zero é proibida nos EUA. E no Brasil, sete refrigerantes têm substância cancerígena. Lá eles contam que Coca-cola Zero, Sukita Zero, Fanta Light, Dolly Guaraná, Dolly Guaraná Diet,  Fanta Laranja,  Sprite Zero e Sukita tem duas substâncias altamente nocivas ao ser humano. Na Coca-cola Zero, está o ciclamato de sódio, um agente químico que reconhecidamente faz mal à saúde. Nos outros sete refrigerantes, está o benzeno, uma substância potencialmente cancerígena.Essa é a mais recente descoberta que vem sendo publicada na mídia e que só agora chega aos ouvidos das maiores vítimas do refrigerante: os consumidores. A pergunta que vem logo à mente é: “por que só agora isso está sendo divulgado?”. E, pior: “se estes refrigerantes fazem tão mal à saúde, por que sua venda é permitida?”.

Nos Estados Unidos da América, a Coca-cola Zero já é proibida pelo F.D.A. (Federal Drugs Administration), mas sua venda continua em alta nos países em desenvolvimento ou não desenvolvidos, como os da Europa Oriental e América Latina. O motivo é o baixo custo do ciclamato de sódio (10 dólares por quilo) quando comparado ao Aspartame (152 dólares/Kg), substância presente na Coca-cola Light. O que isso quer dizer? Simplesmente que mesmo contendo substância danosa à saúde, a Coca Zero resulta num baixo custo para a companhia, tendo por isso uma massificação da propaganda para gerar mais vendas.

Para saber mais sobre o assunto, veja a matéria completa aqui.

 

Então você pensa: ótimo! Se os refrigerantes Zero tem essas substâmcias, então é só tomar refrigerante normal. NÃO! Olha esse vídeo, que mostra a quantidade de açúcar que tem num copo de refrigerante.

 

 

Assustador! E agora, você para ou não para de tomar refrigerante? Aqui no McK Tati não toma refrigerante por problemas no estômago, mas Rafael é apaixonado por uma Coca bem gelada. Tem que reduzir, pelo menos, né?

Começo de ano e muita gente (inclua-nos nessa!) quer emagrecer. Mas, que tal emagrecer ajudando o meio ambiente? Se fala muito de sustentabilidade, ajudar o mundo, mas o que você está fazendo para isso? Que tal, então, unir o útil ao agradável?

1. Dirija menos

Todo mundo sabe que deixar o carro na garagem é ótimo para o meio ambiente. Mas que tal começar a ver isso como um benefício para você mesmo? Comece fazendo pequenos trajetos a pé ou de bicicleta, até se sentir motivado a fazer deslocamentos maiores sem depender do motor do seu veículo. Transforme isso em um hábito e logo você vai ver diferença no seu corpo ao mesmo tempo em que diminui sua pegada de carbono individual, seja para ir à padaria ou para visitar amigos ou parentes. Caminhe mais.

2. Deixe seu prato mais verde

Faça refeições ricas em frutas, legumes e vegetais e substitua a carne por alimentos menos calóricos como o feijão e a soja. Dessa forma, além de manter uma dieta balanceada, você estará reduzindo seus gastos mensais e diminuindo suas emissões de gases do efeito estufa relacionadas à pecuária. Se você acha que essa tarefa vai ser difícil, experimente receitas com novos ingredientes, como lasanhas de berinjela e nhoques de abóbora. E se você é do tipo que não consegue viver sem consumir carne, pelo menos tente diminuir a frequência em que ela aparece no seu prato. A digestão é difícil e seu organismo vai responder bem.

 

3. Incentive a agricultura local

Uma boa forma de ficar motivado a se alimentar melhor é participar do plantio e colheita de pequenas hortas e jardins na sua cidade. Se você não se vê fazendo isso, procure incentivar os pequenos agricultores locais comprando frutas, legumes e verduras cultivadas próximas a seu bairro, que dispensam o uso de caminhões grandes para o transporte. Além de serem mais frescos, geralmente são mais ricos em nutrientes e menos contaminados com agrotóxicos.

 

 

Continuar lendo >>

Passou o natal, agora começam as promessas para o ano novo! A mais popular deve ser :”Ano que vem, vou emagrecer!”. Pensando nisso, encontramos no Sua Dieta  7 promessas que você deve fazer para emagrecer tranquilamente:

 

1 – Eu prometo consumir 100 calorias a menos todos os dias

Cortar calorias do cardápio é o primeiro passo para emagrecer sem abrir mão da saúde. Porém, nada pode ser feito de maneira radical. O melhor que você tem a fazer é ir cortando aos poucos. Comece com 100 calorias! Se, até agora, você consumia entre 1500 e 2000 calorias, comece a consumir entre 1400 e 1900 calorias.

2 – Eu prometo fazer 10 minutos a mais de esteira

A esteira e a bicicleta ergométrica são ótimos exercícios para quem quer perder peso. Porém, nada de ser econômica! Você deve fazer, pelo menos, 30 minutos deste exercício por dia, antes de partir para a musculação. Porém, como você quer estar mais linda do que nunca em 2012, você fará 40 minutos, combinado?

Tá, essa é a dica do Sua Dieta. A nossa é “Jogue mais Kinect”, claro! Qualquer um tá valendo, mas, se o objetivo é emagrecer mesmo, abuse de Your Shape: Fitness Evolved  ou UFC Personal Trainer.

3 – Eu prometo comprar roupas que marcam o meu corpo

Uma das táticas de quem está acima do peso é comprar roupas soltas, pois, assim, não corre o risco de ficar com os quilinhos a mais expostos. Porém, em 2012, você não se enganará. Ao invés de comprar roupas pelo tecido ou pela largura, você escolherá aquelas que realmente deseja. Se marcar o corpo, melhor ainda! Assim, você se esforçará mais para perder peso!

4 – Eu prometo comer chocolate amargo

O chocolate é uma paixão nacional, porém, é rico em gordura e pode transformar a sua dieta em um esforço em vão. Mas, para quem não consegue viver sem esta delícia, a solução é substituir a versão tradicional pelo chocolate meio amargo. Assim, você mata seu desejo e não coloca a dieta em risco.

5 – Eu prometo seguir os horários das refeições

Mais importante do que cortar calorias ou se matar na academia é comer nos horários corretos. O problema é que a maioria das pessoas acha que dieta é sinônimo de passar fome, quando, na verdade, é exatamente o contrário. Quem quer emagrecer deve comer de três em três horas alimentos saudáveis, pobres em gordura e ricos em vitamina. Se você se forçar a seguir esta rotina, a diferença aparecerá na balança mais rápido do que imagina.

6 – Eu prometo diminuir o tamanho do meu prato

Grande parte dos restaurantes self service usam a tática do prato grande para fazer com que o cliente consuma mais comida do que o normal. Esta mania acabou invadindo a nossa casa e, hoje em dia, é normal visitar um amigo e se deparar com um prato imenso na mesa. É mais bonito, sim, porém, é mais perigoso para quem quer emagrecer. Quanto maior o prato, maior a quantidade de comida que você vai consumir e, consequentemente, maior a quantidade de calorias armazenadas em seu corpo. Quer uma dica? Comece o dia com um prato bem grande e vá diminuindo até a hora do jantar. A regra de começar o dia como um rei e terminar como um plebeu sempre dá certo!

7 – Eu prometo não cair em tentações

De todas as promessas, esta é, sem dúvidas, a mais difícil de cumprir. Como controlar os impulsos diante de um belo doce? Uma tática muito boa é se permitir alguns erros. Durante a semana, você vai consumir doce apenas em dois dias. Ou seja, segunda e quarta ou terça e quinta. Este doce, é claro, deverá ser light! Já no final de semana, você consumirá ou no sábado ou no domingo. Nos outros dias, é controle geral. Algumas pessoas defendem a teoria de que cheirar o alimento ajuda a saciar o desejo. Faça o teste!

 

 

Pronto, agora é seguir tudo e garantir uma vida mais saudável. Quem topa?

Temos quase certeza de já ter postado algo do gênero aqui… mas, como os alimentos são diferentes (e aprender nunca é demais) vamos aos 10 MAIS DELICIOSOS piores alimentos para a saúde, de acordo com a nutricionista Michelle Schoffro Cook.

10º lugar: Sorvete

Apesar de existirem versões mais saudáveis que os tradicionais sorvetes industrializados, a nutricionista adverte que esse alimento geralmente possui altos níveis de açúcar e gorduras trans, além de corantes e saborizantes artificiais, muitos dos quais possuem neurotoxinas – substâncias químicas que podem causar danos no cérebro e no sistema nervoso.

9º lugar: Salgadinho de milho

De acordo com Michelle, desde o surgimento dos alimentos transgênicos a maior parte do milho que comemos é um “Frankenfood”, ou “comida Frankenstein”. Ela aponta que esse alimento por causar flutuação dos níveis de açúcar no sangue, levando a mudanças no humor, ganho de peso, irritabilidade, entre outros sintomas. Além disso, a maior parte desses salgadinhos é frita em óleo, que vira ranço e está ligado a processos inflamatórios.

8º lugar: Pizza

Michelle destaca que nem todas as pizzas são ruins para a saúde, mas a maioria das que são vendidas congeladas em supermercados está cheia de condicionadores de massa artificiais e conservantes. Feitas farinha branca, essas pizzas são absorvidas pelo organismo e transformadas em açúcar puro, causando aumento de peso e desequilíbrio dos níveis de glicose no sangue.

7º lugar: Batata frita

Batatas fritas contêm não apenas gorduras trans, que já foram relacionadas a uma longa lista de doenças, como também uma das mais potentes substâncias cancerígenas presentes em alimentos: a acrilamida, que é formada quando batatas brancas são aquecidas em altas temperaturas. Além disso, a maioria dos óleos utilizados para fritar as batatas se torna rançosa na presença do oxigênio ou em altas temperaturas, gerando alimentos que podem causar inflamações no corpo e agravar problemas cardíacos, câncer e artrite.

Continuar lendo

Olha aí uma boa história de incentivo para vocês! O médico americano Jeffry Life demorou 59 anos para perceber que a vida ia mal. Sentia-se velho, articulações e músculos doíam, mal tinha fôlego para subir escadas, a gordura apertava as roupas. Até que broxou. Recém-casado com a segunda mulher, 20 anos mais nova, Life (sobrenome real) percebeu que a relação desmoronaria se continuasse falhando. Aceso o sinal vermelho, o médico procurou um médico: os exames acusaram o colesterol nas alturas, com risco de diabetes. Num acaso feliz, um exemplar da revista de halterofilismo Muscle Media caiu na sua mão. Jeffry concluiu que essa era a motivação necessária para mudar de vida: fechou uma planilha de objetivos e contratou o personal que o colocou na linha — um ex-soldado dos SEALS, força de elite da Marinha americana. Cinco dias por semana, passou a acordar às 4h para malhar. Em 133 dias emagreceu, ficou forte e ganhou um concurso de ex-gordinhos promovido pela Muscle Media.

Continue lendo>>


Fatal error: Maximum execution time of 30 seconds exceeded in C:\inetpub\vhosts\magroscomkinect.com\httpdocs\wp-admin\theme-editor.php on line 227

Fatal error: Maximum execution time of 30 seconds exceeded in C:\inetpub\vhosts\magroscomkinect.com\httpdocs\wp-includes\wp-db.php on line 520